Duben é sem dúvida uma das mentes mais criativas da música teresinense.

Envolto em inúmeros projetos, além de um revival recentemente da icônica banda Alcaçuz.

Dos trabalhos solos de Duben, este é, sem dúvida, o mais diferente e que talvez tenha contado com uma maior liberdade criativa, no sentido de se desnudar de quaisquer conceitos.

Como é gostoso ouvir 1990 do começo ao fim! É nostálgico e cheio de frescor, é angustiante e tranquilizante…

Lindos timbres e belas passagens nos conduzem nessa verdadeira viagem que 1990 nos proporciona.

Afinal, quem precisa de Thom Yorke quando se pode desfrutar um Duben?

*Rubens Lerneh