Chegamos ao último dia do SaLiPi e já estamos com saudades. Mesmo com toda redução de espaço e tempo das atrações, fica evidente que a população precisa e gosta de eventos culturais. Infelizmente, nem todos puderam comparecer devido à falta de mobilidade urbana na nossa cidade, mas sempre é bom lembrar que é de suma importância que eventos como esses aconteçam.

Para encerrar, logo mais, às 19h, o SaLiPi contará com a participação do autor Rapahel Montes. Ele que já escreveu os romances Suicidas, Dias Perfeitos, O Vilarejo, Jantar Secreto e Uma Mulher No Escuro, sucessos de público e de crítica. É criador, roteirista-chefe e produtor-executivo da série Bom Dia, Verônica para a Netflix.

Como show de encerramento, às 21h, o trio “Melhor de três” garante animação de encerramento. É composto pelo humorista João Cláudio Moreno, Flávio Moura e Soraya Castello Branco com repertório recheado de música nordestina. Uma curiosidade: é antes do show de encerramento que os organizadores anunciam o próximo autor a ser homenageado.

Os que inspiram literatura tiveram essa semana de respiro em meio ao caos que estamos passando. O evento contou com escritoras premiadas como Aline Bei e Socorro Acioli, que deixaram sua marca. Zeca Baleiro, que recentemente ganhou Grammy Latino, além de músico e compositor. O cantor falou da sua escrita e outras cositas más. Receber tais visitas por essas bandas pode ser transformador para muitos. O poder da Arte é transformador e nunca deve ser subestimado.

Para o próximo ano, só podemos desejar que o SaLiPi continue cada vez mais inclusivo – os intérpretes de Libras deram um show. Que as crianças já estejam vacinadas e possam percorrer o espaço livremente, pois não se pode pensar na formação de uma criança sem pensar em livros.

Parabéns ao SaLiPi e que a pandemia não nos deixe mais sem esse evento. Que venha a 20ª edição!