Depois do lançamento do ótimo primeiro single “Mangata”, que ganhou destaque em algumas playlists bem legais de sites de cultura do Brasil, chegou a hora de conhecer o primeiro EP homônimo do grupo piauiense Navegantes e as águas de Ynaê. O grupo formado em 2018 na cidade de Teresina, mescla jovens artistas com nomes mais experientes da cena local, criando uma sonoridade rica que mistura elementos regionais, da MPB, Sonoridades Africanas, Pop, Pock e Psicodelia, que podem ser conferidos nas 4 faixas deste EP.

O trabalho começou a ser gravado em 2019 no Estúdio A Casa, em Teresina. Devido a pandemia, houve uma pausa de quase um ano nas gravações, que só foram finalizadas no segundo semestre de 2021. A produção é do músico paraibano Nildo Gonzalez. Este é o primeiro de uma série de EPs a ser lançados pela banda piauiense, que já tem mais de 30 composições autorais.

Divulgação

O EP homônimo passeia por vários ritmos e sons, indo desde o Soul até a Tropicália, passando pelo Funk, Baião, Rock e até menção ao Black Sabbath. Todas as músicas são bastante contagiantes, com uma sonoridade que agrada de cara, e com ótimas letras e excelentes arranjos de metais. Não pense que a diversidade rítmica transforma a banda num retalho sonoro, muito pelo contrário, eles conseguem condensar isso tudo numa sonoridade própria.

Se ainda não conhece, ouça agora mesmo!