A dupla é formada pelos produtores Emer Costà e CabocoBeats, de Boa Vista-RR. Levantando bem alto a bandeira da integração cultural entre o Brasil e os demais países da América Latina.

As 3 faixas do compacto abordam facetas distintas de uma mesma linha de pensamento: “tanto nossas histórias coloniais quanto nossa realidade atual são MUITO mais parecidas do que diferentes”.

A pesquisa sonora do trabalho orbita entre elementos de música eletrônica, estudos experimentais de cuatro venezolano e uso de samples de entrevistas como “letra” nas canções.

Lançado desde o extremo norte do Brasil, em um contexto de fronteira, “Oro” apresenta a alteridade como potência de contra-ataque ao contexto estarrecedor vivido nos países desse continente do qual fazemos parte, mesmo quando fingimos que não.

Destaque para a faixa 2 – “Ka’ubanoko” – que aborda o contexto da migração venezuelana no Brasil através da perspectiva dos povos indígenas warao. Nela, a dupla faz um feat com o grupo Abyayala – projeto de integração musical latino-americana formado por artistas brasileiros e venezuelanos – e com La Mochila Migrante – coletivo de produtores, comunicadores e artistas venezuelanos radicados em Roraima. 

Excelente trabalho!