“Se é que existe sorte, ela anda ao meu redor”, diz um trecho de “Saudade”, novo single da Terra Mãe, power trio de Campinas (SP). A verdade é que encontrar pessoas que te compreendem e enfrentam obstáculos com você não acontece sempre. É sorte. A amizade crua, que te dá saudade da época que o encontro era mais frequente, a falta que faz a simplicidade na vida. A nova canção de trabalho também marca o retorno dos vocais à mistura, antecipando o próximo disco de estúdio.

“O single é trabalhado no sentimento de saudade mesmo. A gente tá ficando velho e o sentimento de voltar pra vida confortável sempre acaba voltando, acredito. Decidimos retomar com os vocais e backing vocal, coisa que a gente não se liga muito em fazer, mas que pra esse novo trabalho, quisemos dar uma atenção a mais nisso”, explica Gustavo Paschoalin, vocalista e guitarrista da Terra Mãe.

O novo single é um ponto de mudança em relação ao EP “Vontade que não morre”, lançado em março de 2022, que trouxe canções instrumentais. É a partir de “Saudade” que a evolução da Terra Mãe se mostra, uma banda que soube equilibrar criatividade e maturidade, sem perder a simplicidade em sua música.

“A música no geral é uma evolução mesmo, sonora, de maturidade, tudo o que estamos buscando pra trazer pro nosso próximo disco de estúdio. A gente se inspirou no simples, em voltar pro mínimo, tanto que a música é simples mesmo, sem muito rodeio. Acho que tentamos trazer aquela velha Terra Mãe, mais crua porém mantendo todo o aprendizado que adquirimos até o momento.”, define Gustavo.

Mais madura e certa do que quer e do que precisa fazer, a Terra Mãe é formada pelos músicos Igor Nogueira (guitarra), Robson Rodrigues (bateria) e Gustavo Paschoalin (guitarra). O single “Saudade” tem produção, mixagem e masterização de Victor Miguel. A foto de capa é de autoria de Marina Carpini. As fotos de divulgação são de Rafael de Souza, o Rafouza, do Lavanderia Estúdio.