Com a proposta de apresentar um Chico Buarque de Holanda mais pop e teatralizado, o NU’ZS duo lança o EP “Chico Buarque – Um Outro Olhar”, trazendo elementos sonoros eletrônicos e guitarras até então pouco usados em gravações da obra do artista carioca. O álbum chegou às plataformas digitais dia 1º de maio e, a partir do dia 7, o grupo saiu em turnê nacional passando por 9 cidades – Teresina recebe o show homônimo dia 20 de outubro no Teatro 04 de setembro.

Foto: Divulgação.

Quatro músicas que fizeram história no repertório de Chico estão no EP. “Tatuagem”, do álbum “Calabar” (originalmente lançado em parceria com Rui Guerra), “Sem Açúcar”, do aclamado disco ao vivo “Chico e Bethânia”, “Sob Medida” e “Olhos nos Olhos” ganham riffs de guitarra e sintetizadores, dando um ar rock às canções. No show que roda o País, outras 20 músicas também ganham nova roupagem. No Ato 1, destaque para arranjos com uma linguagem mais pop para composições como “o Meu Amor” e “Folhetim”; no Ato 2, um momento mais intimista, com canções como “As Vitrines” e “Cálice”.

Formado pelo músico Max Silva e pela atriz Marcê Porena, o  NU’ZS duo vem trilhando caminhos sonoros e poéticos diversos desde 2018. No espetáculo “Chico Buarque – Um Outro Olhar”, Marcê canta e interpreta, enquanto Max, diretor musical do show, assina os arranjos e toca guitarra, além de fazer algumas intervenções teatrais ao lado de Marcê. Max optou por explorar a tecnologia para criação dos novos arranjos, gravando todos os instrumentos, desde baterias a sintetizadores, que suprimem a necessidade de uma banda ao vivo. Com dois artistas em cena, o show se torna minimalista e, ao mesmo tempo, grandioso pela quantidade de instrumentos que são ouvidos pelo público.

Foto: Divulgação.


Mais sobre o Duo:

NU’ZS – O duo foi criado 2018, quando surge a necessidade dos artistas se reinventarem e adotarem o nome NU’ZS, que tem sua origem em “nudez”, “despir-se”, “reinventar-se para o novo”. Marca para uma carreira de parceria que já perpetua desde 2004, ano em que eles se encontram em show realizado no Sesc Pinheiros, no lançamento do álbum “Todo Bossa”, segundo trabalho autoral de Max que reunia, além de Marcê, nomes como Guinga e Jane Duboc.

Vindo de uma formação como músico, Max Silva já acompanhou alguns nomes da cena da MPB e participou de projetos como a volta do grupo “O Terço”, na década de 1990. Marcê Porena traz larga experiência em palcos. Aluna da Escola de Teatro Tablado no Rio de Janeiro em 1996 e da Escola Estadual Martins Penna em 1999, participou de inúmeros projetos e trabalhos com nomes importantes da cena teatral, como Maria Clara Machado, Cristina Pereira, Sérgio Brito e Diogo Vilela, por quem foi dirigida no musical “Elis – Estrela do Brasil”.

O duo recentemente lançou o EP autoral “Todo Dia é Santo” com quatro canções de autoria própria, e o single “O Dia Fora do Tempo”, além de “11:27”, com participação de Paulinho Moska.

 

Redes sociais:
Site: www.nuzsduo.com
Instagram: www.instagram.com/nuzs.oficial
Facebook: www.facebook.com/nuzsoficial
Spotify: https://open.spotify.com/artist/5AaBTxEwvyI6qzlzGskUZ1