Da casa para o trabalho, do trabalho para casa, nossas vidas à mercê de poderes e poderosos e a sensação de que não há tempo ou energia para mudar esse cenário: é este o comum e proletário sentimento levantado por Terra Brasilis, novo single da banda Malvisto, que encontra na coletividade o elemento capaz de alterar esse panorama.

Último lançamento do ciclo de Boa Sorte no Hotel, EP de estreia apresentado em Junho deste ano, Terra Brasilis mantém a sonoridade futurista do trabalho e sua premissa de uma arte forte, moderna e original, e retorna à acidez de seu antecessor para dialogar sobre “absurdos do cotidiano que acabamos normalizando”, nas palavras do cantor e compositor Lucas Diniz. Último lançamento desta etapa, a música, que surgiu como um instrumental, também foi a primeira gravação do Malvisto, e somou ao ritmo intenso e à experimentação das guitarras uma letra crítica e contundente, perspectivando a situação política e social do país. Lucas também ataca a catástrofe promovida pela Braskem, global empresa petroquímica, que afundou quatro bairros durante operações subterrâneas de mineração de sal em Maceió, sua cidade natal. O crime socioambiental afetou e afeta, entre prejuízos físicos e psicológicos, mais de 60 mil pessoas.

Inspirada em nomes consagrados da música, como Jack White, Queens Of The Stone Age e Planet Hemp, Terra Brasilis nasce à beira das eleições do ano vigente, em um momento onde a sociedade brasileira se vê virada em um caldeirão de pólvora, com o líder da nação idealizando e promovendo divisões e conflitos, e chega para propor uma ideia: a de que não devemos ser inimigos uns dos outros, mas sim juntarmos forças para combater os despropósitos promovidos por esses mesmos agentes políticos e donos do poder. A faixa reforça a voz atuante da banda e destaca a ideia de que há algo muito errado com o mundo e suas desigualdades, e que contra isso precisamos correr – e de mãos dadas, de cabeça erguida, com o olhar no futuro.

Produzida, gravada e pós-produzida quase inteiramente no extinto Wiro Estúdio, em São Paulo, a música tem Lucas Diniz nos vocais, nas guitarras e no baixo e também conta com Arthur Carvalho na bateria e nas percussões. A composição é de Lucas, assim como toda a pós-produção. Terra Brasilis é distribuída pela Tratore.